fbpx

Durante a quarentena, quanto conhecimento não se consumiu ou se produziu? Bem, posso dizer que estive dos dois lados dessa moeda. De um, assisti muitos conteúdos interessantes, fiz cursos, li artigos e relatórios incríveis. Do outro, organizei meus estudos e transformei o que ia absorvendo em um livro. E me veio a pergunta: por que não um curso de marketing esportivo?

“Inovação é o Novo Marketing – Insights de negócios para o futebol” nasceu assim. E digo mais: nasceu enquanto eu buscava um curso de extensão ou mestrado em inovação e não encontrei nada exatamente como eu imaginava. E você pode se perguntar: um curso de marketing esportivo ou inovação esportiva? O que vai ser mais eficiente para minha carreira nos próximos anos?

Calma! A boa notícia pra você é que existem, sim, bons cursos de marketing esportivo voltados para os negócios. Eu fiz até um outro artigo no qual listo alguma das minhas fontes preferidas de conhecimento. Além disso, o momento que vivemos fortaleceu o ensino à distância e, apesar da desvalorização da moeda, podemos dizer que agora existem mais escolas e cursos acessíveis. Só que, na minha opinião, o caminho mais interessante e que eu deveria seguir neste momento era outro.

Inovação esportiva: tendência de mercado

O Marketing Esportivo já é uma disciplina mais bem distribuída e com currículos mais conhecidos. Ao mesmo tempo, vejo a inovação ainda engatinhando dentro de outras pautas. E justamente por isso, acredito mais na INOVAÇÃO como um diferencial para quem quer sair da quarentena com uma nova perspectiva e qualificação profissional. Era isso que eu buscava, era isso que eu queria. Era isso que estava claro para mim há mais de dois anos. A hora de embarcar numa trilha promissora é essa. O mercado vai precisar demais desta visão nos próximos anos.

Costumo dizer que o futebol mudará em 10 anos o que não mudou em 100. E isso passa por estes profissionais, que vão precisar olhar de outro jeito para as tarefas do dia-a-dia. Acredito que seja uma maneira complementar ao marketing, principalmente ao marketing comercial. A inovação é transversal às organizações e se estende para fronteiras além do próprio marketing. Ela terá receitas próprias, custos idem. Precisa ser tratada como uma nova disciplina dentro de todos os setores que existem no esporte.

O futebol mudará em 10 anos o que não mudou em 100

Por isso eu retomo o nome do meu livro. Acredito que a inovação é o novo marketing esportivo também pelo sentido de que acrescenta uma nova fonte de receita às entidades. E deve ser independente, com um olhar próprio. Daí a importância de ser uma disciplina específica, um conhecimento novo.

Desde minha passagem como VP de Marketing do Vasco da Gama, recebo muitas perguntas sobre cursos de marketing. Mas isso vem tanto de quem está querendo começar na área, quanto de profissionais que já estão atuando e querem se atualizar. Depois do livro escrito, com a repercussão dele em tantos grandes veículos de imprensa, a demanda aumentou. Daí, me fiz a pergunta: “se eu procurei um curso com este conteúdo, com este tipo de conhecimento e não encontrei, por que não oferecê-lo agora?”

Vem aí, o curso de Inovação no Esporte

Por isso em outubro começam as inscrições para a primeira turma. Serão limitadas! Quero poder acompanhar de perto e ajudar quem vê nessa história um possível desdobramento profissional.

Precisamos de mais gente nesse time. A inovação só ocupará espaço com ideias se ocupar com pessoas. Se você acha que tem a ver contigo, já se inscreve na lista que quem está lá, terá descontos. Quem já comprou o livro, já está nela!

E aí, vamos inovar no esporte? Se inscreva na home deste site para receber as informações sobre o curso de Inovação no Esporte.

Comments (2)
  1. Pingback: Onde se especializar em inovação e marketing no esporte? - BRUNO MAIA

  2. Pingback: Inovação no esporte e o preconceito com o mundo corporativo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *